Open here Open here
3 2015

Clique profissa

(Foto da Prainha de Holambra (SP) tirada por José Machado, viajante brasileiro que mais postou fotos no TripAdvisor em 2014)

Por Revista Viajar Pelo Mundo

 

 

Em boas mãos, um simples smartphone pode virar a melhor das máquinas. Mas é preciso ter em mente que para se destacar é preciso ousar e estar sempre disposto a aprender. “O bom fotógrafo é aquele que vê algo de extraordinário no comum, seja ele profissional ou não”, afirma o fotógrafo Cadu Lemos, um dos criadores, ao lado de Ricardo Rojas, do conceito de “mObgraphia”, que define a produção de imagens a partir de dispositivos móveis. A dupla criou o Festival Latino-Americano de Mobgraphia (cuja primeira edição ocorreu em junho, em São Paulo) e vai participar do EyeEm Festival, que será realizado neste mês em Berlim. Aderir à mania é fácil, então siga o bê-á-bá de Cadu Lemos para se tornar o Sebastião Salgado do Instagram!

 

 

 

Conheça seu equipamento

Pode parecer bobagem, mas não é. Cadu recomenda ler atentamente o manual do celular e buscar informações na web para descobrir quais são as limitações da câmera. Assim você saberá como contorná-las antes de tirar fotos.

 

 

 

Use a luz a seu favor

Com sensores pequenos, as câmeras dos smartphones não respondem bem a pouca luminosidade. Contudo, um pequeno ajuste no ISO, que mede a sensibilidade à luz, fará milagres. A função pode ser acionada nos ajustes da câmera de sistemas Android, mas requer o uso de algum app específico em aparelhos da Apple (veja algumas opções a seguir). O preceito é bem simples: ISO baixo capta pouca luz
e não costuma gerar distorções, enquanto o ISO maior permite fotografar em ambientes menos iluminados – porém afeta a nitidez.

 

 

 

Capriche no foco

A câmera de um smartphone trabalha com foco automático. Para regular, toque, pela tela, o ponto que se deseja destacar. Alguns celulares têm ainda a opção de “meio clique” – quando o botão é levemente pressionado apenas para ajustar o foco, sem acionar o disparo.

 

 

 

Como um flash

Mesmo em ambientes escuros, o flash deve ser usado com moderação, já que sua utilização, em geral, gera olhos vermelhos, faces esbranquiçadas e outros efeitos não muito atrativos. Ao invés disso, o ideal é se aproximar ao máximo de uma fonte de iluminação, como um poste, lâmpada ou mesmo o flash indireto de outro aparelho (ligado no modo “lanterna”), para conseguir um bom resultado.

 

 

 

Foco no HDR

O termo High Definition Range (HDR) ou, em bom português, amplitude de alta definição, é basicamente a quantidade de luz de diferentes intensidades que uma câmera consegue registrar. Com o HDR acionado, os smartphones fotografam três imagens com um único clique, gerando versões com pouca, média e grande exposição à luz. Depois, as três imagens são automaticamente condensadas em uma única foto, com equilíbrio de sombras e cores e realce aos detalhes. O recurso pode ser ativado nas configurações de qualquer telefone em questão de segundos.

 

 

 

Enquadre e componha

Saber dispor os elementos em uma fotografia é vital. Mas como? A dica é apostar na chamada regra dos terços. Os celulares apresentam a função “grid”, que, basicamente, desenha sobre a tela um “jogo da velha”, com linhas verticais e horizontais dividindo a visualização. Feito isso, coloque o objeto principal da imagem junto a um dos quatro pontos de interseção das linhas para garantir equilíbrio visual. “Esta norma é importante, mas como toda regra, ela também deve ser quebrada quando conveniente”, comenta Lemos. Em relação à composição, é essencial ficar atento ao plano de fundo, para que ele não polua a imagem e tire a atenção do alvo a ser retratado.

 

 

 

Chega mais

A maioria dos aparelhos possui zoom digital e não zoom óptico, fato que pode acabar com a sua fotografia devido a granulações na imagem. “Não tenha medo de se aproximar do objeto ou pessoa alvo do clique e esqueça o recurso do zoom”, enfatiza Lemos.

 

 

 

Minha querida selfie

A regra é clara: não use flash e evite fotos tiradas de baixo para cima para não sair com aparência fantasmagórica. Posicionar a lente acima do rosto e inclinar a cabeça levemente é a principal
dica para deixar seus traços mais finos e atraentes nos autorretratos.

 

 

 

Tente outra vez

“Um dos conceitos da fotografia a tradicional é pensar antes do clique, enquanto que a mObgraphia o deixa livre para clicar quantas vezes quiser e selecionar apenas as imagens que resumem o que você quer transmitir”, afirma Lemos. Ou seja: fotografe sem medo.

 

 

 

A sete chaves

Tirar fotos com boa resolução exigirá muito da memória do smartphone, portanto criar um arquivo online é a melhor solução para economizar espaço e garantir a segurança dos dados. Os serviços Google Drive e Bitcasa oferecem de forma gratuita capacidades de 15 GB e 20 GB, respectivamente, porém essas e outras ferramentas também possuem planos pagos com volumes de armazenamento que podem alcançar 100 GB. Outra alternativa é colocar tudo no Flickr, pois a página disponibiliza 1TB na faixa. Oba!

 

 

 

UPGRADE ESPERTO

Para fotografar em grande estilo, nada melhor que baixar aplicativos ou apostar em acessórios para o seu celular. Essa listinha vai te ajudar!

 

 

 

Apps

 

 

Pro Camera 7, Camera 360 Ultimate e Camera+

Oferecem recursos como filtros, lentes e modos de disparo. O primeiro está disponível para iOS, o segundo para Android e o terceiro para ambos.

 

 

Snapseed e Filterstorm

Focados em edição, ambos permitem brincar com contraste, saturação, ambiente, HDR, iluminação, cortes, bordas, filtros etc. O primeiro tem versões para Android, iOS e Windows Phone, já o último é exclusivo para usuários de iPhone.

 

 

EyeEm e Vintage FX HD

Ambos são especializados em filtros. O EyeEm é uma boa alternativa ao Instagram, já que também é uma rede social, enquanto o Vintage adicionará um ar retrô a suas imagens.

 

 

Slow Shutter e Shutter-Speed

Diminui a velocidade do obturador e permite captar nuances de luzes na penumbra. Os apps estão disponíveis para iOS e Android, respectivamente.

 

 

Acessórios

Abuse de lentes especificas para acoplar ao celular, como a olho de peixe, a macro ou a angular, que geralmente são vendidas em kits, para sacar fotos criativas com maior ou menor profundidade no ponto focal. Capas protetoras podem garantir cliques inusitados em fotos aquáticas, enquanto tripés portáteis darão mais estabilidade para imagens noturnas ou em movimento.

 

 

TRUQUES DE MESTRE

Siga essas dicas preciosas para valorizar o clique em situações clássicas:

 

 

Pôr do sol

Faça fotos usando pontos focais diferentes, como por exemplo, o céu ou a terra (ao invés do próprio sol). Para controlar a luminosidade e deixar a foto mais equilibrada, use o meio clique!

 

 

Em movimento

 

Faça um meio clique para acertar o foco no ponto desejado. Apenas tire fotos em lugares com boa iluminação, já que ela ajuda a “congelar” a imagem em movimento.

 

 

Lua

 

Apps e apetrechos serão bem-vindos! Tire a câmera do ajuste automático e aposte em ISO baixo, velocidade do obturador alta, zoom máximo (aqui está liberado!) e foco manual. Não se esqueça
de usar tripé para que a foto saia nítida!

 

 

Comida

Ao enquadrar, aproxime o celular, focando em algo distante do alvo da foto. Assim você desfoca o primeiro plano (a borda do prato ou um pedaço da mesa, por exemplo) e deixa a comida mais chamativa.

 

 

Estude!

Buscar referências na web pode dar aquela inspiração para tirar a foto perfeita. Para ajudar, Cadu Lemos fez uma listinha de sites e perfis de fotógrafos bacanas no Instagram.

 

 

Sites
» mobgraphia.com – dá tutoriais para introduzir o olhar fotográfico através do smartphone. Também indica cursos e oficinas para interessados.
» lifeinlo.com – blog com informações e novidades sobre fotogra¬fia feita com iPhone.
» artofmob.com – tem entrevistas, tutoriais e resenhas de aplicativos sobre a arte mobile.
» mobiography.net – indica aplicativos e acessórios, apresenta tutoriais e dá dicas inspiradoras para iniciantes.

 
Uma parceria Revista Viajar Pelo Mundo e TripAdvisor.

Categories: Inspirações de viagem

Uma ideia sobre “Clique profissa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *