Open here Open here
13 2016

TRIPADVISOR ANUNCIA COMPROMISSO PARA MELHORAR PADRÕES DE BEM-ESTAR ANIMAL NO TURISMO

O TripAdvisor®, site de planejamento e reservas de viagens, anuncia hoje seu compromisso de lançar ações inovadoras no setor de turismo, que incluem mudanças na política de venda de ingressos para atrações animais e o lançamento de um portal educativo para ajudar a informar viajantes sobre os padrões de cuidado com espécies selvagens, ameaçadas e em cativeiro, e seus impactos na conservação animal.

 

O TripAdvisor e sua marca Viator encerrarão a venda de ingressos para experiências onde turistas entram em contato físico com animais selvagens em cativeiro ou espécies ameaçadas, englobando mas não limitado a passeios que incluem montar em elefantes, acariciar tigres e nadar com golfinhos. Enquanto algumas atrações deixarão de ser vendidas imediatamente, a empresa planeja ter o portal educativo e as mudanças na política de reservas em funcionamento completo até o início de 2017.

 

O portal educativo será linkado em cada atração animal listada no TripAdvisor e indicará sites e informações sobre práticas de preservação animal, ajudando viajantes a escrever avaliações mais embasadas sobre suas experiências, e a estar cientes de opiniões sobre as implicações de conservação e benefícios de alguns atrativos turísticos. O TripAdvisor acredita que avaliações melhores irão ajudar os viajantes a tomarem decisões informadas sobre reservas e melhorar os padrões de cuidado animal no turismo global.

 

O conteúdo no portal educativo do TripAdvisor oferecerá numerosos pontos de vista de especialistas nas áreas de turismo sustentável, bem-estar animal e ciências zoológica e marítima. Entre os parceiros iniciais estão organizações como Associação de Zoológicos e Aquários dos Estados Unidos, Asian Elephant Support, ABTA (Associação Britânica de Agentes de Viagens), Global Wildlife Conservation, PATA (Pacific Asian Travel Association), PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), Sustainable Travel International, Think Elephants Internacional, The Travel Corporation, TreadRight Foundation e WAP (World Animal Protection), além de líderes acadêmicos da instituição Oxford University’s Wildlife Conservation Research Unit (WildCRU), ligada à universidade britânica.

 

“A nova política de reservas e a iniciativa educacional do TripAdvisor é destinada a cumprir nossa parte em ajudar a melhorar os padrões de saúde e segurança animal, especialmente em mercados com proteções regulamentas limitadas”, afirma Stephen Kaufer, CEO e co-fundador do TripAdvisor. “Ao mesmo tempo, queremos celebrar aqueles destinos e atrações que são líderes em cuidado animal e aqueles na indústria do turismo que ajudam a disseminar a causa da proteção animal e conservação e preservação das espécies ameaçadas. Nós gostaríamos de agradecer as dezenas de grupos do setor, acadêmicos e organizações não governamentais que nos ajudaram a desenhar nosso caminho para o futuro como empresa.”

 

“A liderança do TripAdvisor no mercado ajudará a educar milhões de viajantes sobre as opiniões diversas que existem sobre o bem-estar animal”, acrescentou Kaufer. “Nós acreditamos que os nossos esforços permitirão que viajantes tomem decisões mais críticas sobre visitar ou não uma atração animal e passem a escrever avaliações mais significativas sobre esses lugares.”

 

Listas, avaliações e educação

 

Por anos, como uma questão prática, o TripAdvisor proibiu listas ou publicações de avaliações para empresas que utilizavam animais em cativeiro ou espécies ameaçadas com práticas violentas, como touradas, caça esportiva etc. Essa política permanecerá.

 

O TripAdvisor mantém a filosofia de que viajantes têm o direito de escrever sobre suas experiências, sejam positivas ou negativas. Com milhões de turistas publicando mais de 380 milhões de avaliações e opiniões no site, a companhia continua a acreditar fielmente que sua comunidade de usuários pode avaliar áreas como qualidade, serviço ao consumidor e problemas sociais —assim como a forma pela qual animais são tratados na indústria turística.

 

Por esse motivo, todas as atrações animais que se encaixam nos princípios do TripAdvisor serão mantidas no site, de maneira que os viajantes possam avaliar esses estabelecimentos, respeitem eles ou não os novos critérios de parceiros de reservas.

 

Até o início de 2017, cada atração listada no TripAdvisor que envolve animais será identificada com um ícone de uma “pata” que levará ao portal educativo com diversos argumentos da discussão com acadêmicos, organizações não-governamentais e associações do setor turístico.

 

“A Organização Mundial de Turismo parabeniza as ações tomadas pelo TripAdvisor, um membro importante da associação, para fortalecer seu compromisso e responsabilidade social na área de bem-estar animal”, declarou Taleb Rifai, secretário-geral da OMT, braço da ONU (Organização das Nações Unidas).

 

“Ao se recusar a vender ingressos para empresas que tratam os animais como entretenimento ou brinquedo, o TripAdvisor está criando um importante precedente sobre o uso e abuso de animais”, afirmou a vice-presidente executivo do PETA Tracy Reiman.

 

“Se os nossos esforços no portal educativo do TripAdvisor puderem informar aos milhões de viajantes sobre o impacto de suas escolhas na conservação animal, o WildCRU irá se orgulhar. Se além da informação, nós pudermos contribuir com mudanças na indústria, ficaremos ainda mais felizes”, comentou David MacDonald, professor da universidade de Oxford e diretor fundador da WildCRU (Wildlife Conservation Research Unit).

 

Política de reservas

 

Por muitos anos, o Viator apoiou padrões de bem-estar animal em suas políticas de reserva, incluindo a proibição de venda de ingressos para locais onde animais selvagens são mortos ou feridos. Com base nesse princípio, as seguintes mudanças foram feitas nas políticas do TripAdvisor e Viator relacionadas a animais:

 

TripAdvisor e Viator não irão mais vender ingressos para, ou gerar receita com base na reserva de, atrações específicas onde turistas entram em contato físico com animais selvagens em cativeiro ou espécies ameaçadas, incluindo mas não limitado a passeios em elefantes, atrações para tocar ou nadar com golfinhos e acariciar animais selvagens etc.

 

Para atrações que puderem providenciar evidências de que seguem essas normas, mas foram impactadas pela decisão de hoje, o TripAdvisor e Viator vão implementar um processo de recursos e reestabelecer a venda de ingressos para certas experiências que podem ter sido excluídas em nossa atualização de políticas.

 

Os termos incluem diversas exceções, como:

 

  • Animais domésticos (ex.: passeios à cavalo, pet zoos para crianças com animais como coelhos etc.);
  • Tanques com toque permitido em aquários utilizados para propósitos educacionais onde turistas estão sob supervisão de um funcionário treinado;
  • Programas de alimentação onde turistas estão sob supervisão de um funcionário treinado;
  • Programas voluntários para preservação de espécies ameaçadas de extinsão em zoológicos, aquários ou santuários, onde é possível que haja algum tipo de interação física com um animal.
Categories: Notícias TripAdvisor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *